BSBLOrk - Orquestra de Laptops de Brasília 

Retrospectiva em homenagem aos 10 anos da BSBLOrk

BSBLOrk - Orquestra de Laptops de Brasília
em homanagem aos seus 10 anos de existência


A BSBLOrk - Orquestra de música portátil de Brasília é um algoritmo computacional interativo experimental, inspirado por inovações no formato de execução de música coletiva, pelo uso de amplificação acusmática, ao usar hemisferas multicanais, agora incorporando a teleperformance intercontinental por network live streaming e agentes de Inteligência Artificial. 
Desde sua fundação em 2012, na 11a. edição do festival "Tubo de Ensaios", a orquestra se projeto de integração o corpo movimento à produção de filhos e imagens diretamente dele resultados, como meio de realizar trabalhos ecosóficos que enfatizem o respeito ao meio-ambiente, a conscientização para o desenvolvimento humano como liberdade e inclusão social.

 

orquestra de laptops eufrasioprates.png

Princípios Poéticos
O ponto de partida estético das obras do BSBLOrk, inspirado em compositores como H.-J. Koellreutter e Conrado Silva, tem sido o questionamento crítico e a ampliação dos horizontes das linguagens musicais ​​e técnicas, integradas à dança, artes dramáticas, visuais e performáticas, buscando vivenciar processos criativos verdadeiramente contemporâneos, no sentido da construção colaborativa de uma visão sistêmica do mundo. , holonômico e fractal. Para a orquestra não basta dizer coisas novas, mas encontrar novas formas de dizê-las, que só a linguagem poética permite desde a abertura semiótica ao imprevisível de processos híbridos, interativos e transmidiáticos de livre improvisação, agora também assistidos por inteligência. , as noções de complexidade, relatividade, acausalidade, ametria, paradoxo, aleatoriedade, complementaridade, atemporalidade, sinérese, multidimensionalidade, gestalt, não linearidade, entropia, caos, fractais e holonomia, entre outras, aparecem em suas práticas experimentais dialógicas.


Integração do BSBLOrk ao coletivo de dança Corpo Baletroacústico
Desde o início, a orquestra foi idealizada por Eufrasio Prates, Bacharel em Música e Doutor em Letras, para também trabalhar em conjunto com o grupo de dança experimental Corpo Baletroacústico, coordenado por Cínthia Nepomuceno, graduada em Dança pela Unicamp, doutora em Arte pela UnB e professora de dança do IFB - Instituto Federal de Brasília, em parceria com Prates.
recursos tecnológicos. BSBLOrk valoriza ​​a utilização de recursos tecnológicos computacionais como método de expansão das capacidades expressivas da música, embora se preocupe em mantê-los no mesmo valor, ainda que intermediário, lugar como qualquer outro instrumento musical. Por isso, prioriza técnicas e meios que respondam bem à organicidade do corpo humano em movimento expressivo, como realizado pelo sistema HITS Holofratal Interactive Sound and Image Transduction, software musical livre, código aberto e livre desenvolvido por Prates, fundador e maestro de orquestra, em seu doutorado. Tais recursos oferecem possibilidades inéditas de criação e caminham de forma integrada com os conceitos poéticos de um novo paradigma, buscando um salto quântico para interpretação musical e expressão estética.
Para transformar o computador em um instrumento musical de expressividade orgânica, o BSBLOrk investe no uso de técnicas algorítmicas generativas para traduzir o movimento corporal captado pela webcam em sons fractais, além de utilizar hemisférios amplificados, que conferem uma aura focal semelhante à do um instrumento. acústico


Conquistas
Desde o início, o coletivo musical BSBLOrk recebeu significativo reconhecimento de público, mídia e institucional. Tanto que, em seu primeiro ano de atividade, a orquestra foi premiada no concurso nacional Coletividea, promovido pelo MinC, pela produção de um vídeo-documentário de uma de suas apresentações com o Corpo Baletroacústico de Brasília, além de obter um artigo de página inteira no Correio Braziliense. (2012), em Metrópoles (2015 e 2017), para ser citado em O Globo e na seção Global Ear da Revista "The Wire" (Reino Unido, Jan/2019), a maior revista de música do mundo (com mais de 1 milhões de assinantes), entre outros veículos de comunicação. Ao longo dos quase 10 anos de sua existência, esse reconhecimento também aparece no convite para participação em dezenas de eventos artísticos e científicos, a maioria deles disponíveis em seu canal no YouTube, além de diversos artigos, teses de mestrado e doutorado, tendo sido citados em o livro de Eldad Tsabary, pesquisador em música eletroacústica da Concordia University (Canadá), sobre as principais orquestras de laptops do mundo e suas metodologias de trabalho. uestra incorporou a participação de convidados internacionais e participou de grandes eventos como o "Network Music Festival 2020" (Londres/Reino Unido), o Festival "Emergent Behavior" (Tel Aviv/Israel), o TransNodal Live Coding Festival (Hamburgo/Alemanha) e a Exposição EmMeio#13 (Valência/Espanha).

Ficha Técnica do Grupo
Direção musical e regência: Eufrásio Prates
Músicos: Anésio Azevedo (Stellatum_), Eduardo Kolody, Elias Nascimento Filho, Eufrasio Prates (euFraktus X), Joenio Costa (djalgoritmo), Jackson Marinho, Philip Jones (Mentufacturer), Victor Hugo A. Araujo (Lowbin).
Programação visual e iluminação: Eufrásio Prates e Jackson Marinho.
Convidado especial: Bryan Day.
Contato: 55(61)98151-9100