e-topia_ site específic

Daqui a cem anos, podemos ter desenvolvido esteticamente as respostas para um ambiente híbrido totalmente compreensível e habitável, talvez nossa linguagem comum tenha morrido e outras tenham nascido ou derivado dela. Mas, por enquanto, vamos deixar como legado para as gerações futuras: uma linguagem inexistente, que não nasceu, está nascendo ou vai nascer, para pensar e criar coisas que ainda parecem impossíveis. Uma língua que ainda não nasceu pode dizer algo sobre um mundo que ainda não nasceu.
Propomos a criação de um espaço intersticial entre o físico e o digital, com uma linguagem inventada, em uma plataforma comum para nossa época e que pode morrer a qualquer momento: https://aisthesislab.art/e-topia

para as futuras gerações deixaremos um pendrive com o site funcionando off-line, concretado em algum lugar da cidade de são paulo. O https://aisthesislab.art/e-topia, ou nos poemas do autor